Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


calendário

Maio 2013

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031



Chat box



Entrevista de Jonathan Groff para a Atrevida

Sábado, 21.08.10

 

A jornalista e Colunista Raquel Carneiro da revista Atrevida entrevistou o nosso querido Jonathan Groff, o Jessie St. James de Glee, e para os fãs que quiserem comprar a revista que tem essa entrevista com o Jonathan é a Atrevida edição 193 com o grupo Restart na capa. Confiram a entrevista:


Exibida pelo canal Fox, a série Glee conquistou adultos e adolescentes no mundo todo. Com uma história simples e com muitas músicas famosas, o programa ganhou ar de culto por exaltar os diferentes e mostrar os problemas bases de muitos colégios por aí. Como eu fui uma adolescente nerd, na época que ser nerd não era giro, só me resta gostar de todo este movimento teen repleto de séries com pessoas (quase) feias, inteligentes e talentosas. Conversei com o actor Jonathan Groff, que vive o personagem Jesse St. James. Parte da entrevista foi publicada na revista Atrevida de Agosto. Confira na íntegra a entrevista:


Como conseguiste o teu papel em Glee?
Eu conheci o autor da série, Ryan Murphy, na mesma época em que fazia uma peça na Broadway com Lea Michele (Rachel). Um dia saímos os três para jantar e o Ryan contou-nos que estava a escrever uma nova série, chamada Glee. Ele disse a Lea que tinha uma personagem perfeita para ela e que se a série desse certo ele também estava a pensar em escrever uma personagem para mim. Então, eu já estava  à espera deste personagem faz muito tempo!


Além dos musicais, a base da série é ver todas aquelas personagens a enfrentarem os problemas típicos da escola. E na tua época? Como eras na escola?
Eu adorava a escola. Já fazia peças musicais no colégio, cheguei até a dirigir uma. E os meus melhores amigos da escola ainda são meus amigos hoje. Então, diverti-me bastante. Eu gostava de ir para lá todo dia!


Então sempre soubeste o que fazer da vida, pois já cantava no teatro desde o tempo da escola?
Pois é, eu tenho muito que agradecer aos meus professores e amigos que me encorajaram a seguir este sonho e melhorar cada vez mais o meu lado artístico. Eu saí da escola pronto para perseguir os meus sonhos. Tive coragem e apoio para isso.


Qual foi a música mais gira que cantaste em Glee e a mais difícil?
A minha favorita foi o dueto com Lea, no primeiro episódio que trabalhei, com a música Hello. Foi a minha primeira cena em Glee e foi a primeira vez que eu e Lea cantámos juntos de novo em dois anos. E a mais difícil foi no mesmo episódio, com a música High Way to Hell, pois não sou muito de dançar. Quando eu estava em Nova York, a fazer testes eu já avisava que era um cantor antes de dançarino, pois dançar é bem difícil para mim


Jura? Mas tu até dançaste bem!

(risos) Obrigada!


Como é voltar a conviver com Lea?
É um sonho. Ficámos muito tempo separados e poder trabalhar em algo que tu amas, com a tua melhor amiga, é maravilhoso. Ela é a pessoa que mais me faz rir no mundo. Então inspiro-me muito nela e no quando ela se empenha. Quando trabalho em algo, quero sempre trabalhar com a melhor pessoa naquilo, para aprender com ela, e a Lea provoca essa melhoria em mim.


O teu personagem é meio ambíguo. Tu achas que é um vilão?
Hum, eu não acho que ele é do mal, acho que realmente ele pode ser meio duvidoso, mas pra mim, a coisa mais gira de Glee, são os personagens supercomplicados, então não dá para os categorizr como bons ou maus, pois todos têm qualidades e defeitos. Então acho que o Jesse é igual a todos os outros, do tipo que dá para amar e odiar ao mesmo tempo, como todas as pessoas que conhecemos na vida.


O que gostarias que acontecesse entre Rachel e Jesse?
Eu quero que eles fiquem juntos! Acho que ele é a alma gémea, dela. Mas essa é minha opinião.


Tu vais entrar na segunda temporada?
Jesse é sempre imprevisível. Não sei o que esperar dele. Por isso, essa dúvida também eu tenho!

 

Tu trabalhaste na Broadway, preferes teatro ou TV?

Quando saí da escola sempre sonhei com o teatro, não pensava em TV ou cinema, pois a minha paixão era o teatro. Mudei-me para Nova Iorque, trabalhei na Broadway e realizei o meu sonho. Mas quando tu realizas os teus sonhos tu queres seguir em frente, não dá para ficares parado. Então tentei a TV, pois quero sempre aprender o que é novo e melhorar todos os dias. O que importa é que a história seja boa, assim como o elenco e o director.


Glee tem feito muito sucesso, como está a ser o clima nas filmagens? Todos já perceberam que são superestrelas?
É engraçado, pois eu tenho uma perspectiva diferente do restante do elenco, pois eu vi Glee explodir na TV, sentado na minha casa. Depois, fui atirado para o meio deste furacão, então estava nervoso, pois é a série mais comentada do momento. Eu não sabia o que esperar do elenco, mas percebi que eles ainda não notoram o tamanho do sucesso, estão felizes, mas preocupam-se mais em serem amigos e trabalharem bem. São muito profissionais.


O episódio especial da Madonna foi o mais esperado desta fase, se pudesses escolher outro artista para ser o principal, qual escolherias?
Bem, eu escolheria Stevie Wonder, sou muito fã dele.


Se pudesses ser outro personagem de Glee, qual serias?
Seria a Jane Lynch (que vive a treinadora Sue Sylvester). Ela tem sempre as melhores falas, acho super engraçado!


Como é feito cada episódio da série?
Primeiro recebemos o guião, lemos e descobrimos as músicas que cantaremos. Depois recebemos um e-mail da produção com as músicas anexadas. Então, aprendemos as canções em casa, sozinhos, para depois ir ao estúdio. Canção aprendida, tiramos um dia ou mais, dependendo da dificuldade da coreografia, para aprender as danças. Por exemplo, quando fizemos a canção "Total Eclipse of the Heart", eu e Lea tivemos um dia inteiro de aula de ballet. Depois um dia inteiro com os outros dançarinos. Depois outro dia inteiro a filmar só aquele número. Então, é muito trabalho para fazer apenas numa música! E pense que tem muitas músicas por episódio.


O que gosta mais da história?
Gosto da mensagem que tu não deves sentir-te mal por seres quem és, e sim continuar a lutar por os teus sonhos. E o poder da música é inegável, faz muito bem e é uma língua que todos falamos. Também acho o guião engraçado e muito inteligente, por isso é que a série é um sucesso, pois os nossos fãs são inteligentes, então temos que fazer algo de qualidade. É desafiador e fazemos-o com muito amor.

 

Adaptado por: Glee Club

 

Fonte

Autoria e outros dados (tags, etc)

por gleeclub às 13:24


Comentários recentes

  • gleeclub

    Só vi isto agora, peço desculpa. Vou ver o teu mai...

  • PEDRO FELIPE

    OMG! EU VOU MORRER ATÉ DIA 29 DE AGOSTO!!

  • Patricia Teixeira

    Alguém é Português e gosta de Darren Criss?Se sim,...

  • Mike C

    Ainda estão a considerar continuar com o blog ou j...

  • Ivana

    Muito ansionsa pela 5 temporada!