Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Jayma Mays fala sobre John Stamos entrar na série

Sexta-feira, 02.07.10

 

 

 

 

 

Entrevista a Jayma sobre a participação de John Stamos em Glee, sobre o filme Smurfs e Cookies for Kids’ Cancer, descubram mais em baixo:

 

Vamos falar sobre John Stamos, já que ele anima a conversa.

Jayma: [Suspira como se as portas do céu se acabassem de abrir] Oh meu Deus, eu fiquei tão animada quando descobri. Eu senti-me como se eu fosse a última pessoa da terra a saber destas coisas. Avisaram-me por um SMS. Alguém estava tipo “o tio Jesse?” e eu estava como “Desculpe, não sei o que isso significa”. Estava a trabalhar no filme dos Smurfs e estava a realizar a minha fantasia de criança. Eu estava a beijar Doogie Howser e de um ao outro descobri que ia beijar o tio Jesse. Só preciso da Punky Brewster como minha melhor amiga e a minha fantasia vai estar completa. Eu estou muito, muito, muito animada. Eu acho-o incrível. Que adição maravilhosa ao elenco.

 

Você já conversou com ele?

Nós nunca nos vimos.

 

Como você antecipa a sua ligação com ele?

Com certeza não vou ficar a matutar nessa ideia do tio Jesse. Eu provavelmente nem deveria ter dito isso agora.

 

Ele tem um óptimo senso de humor sobre isso.

Ok, bom, bom, bom. Nós nunca nos falámos. Não faço ideia de como isso vai funcionar. Vamos encontrar-nos antes e depois ensaiar algumas vezes? Eu confesso que vou descobrir isso via SMS de novo (risos). E confesso também que alguém me vai dizer quando e onde isso vai acontecer. Mas eu estou animada e um pouco nervosa. E eu estou a sonhar com isso…Acho que vamos ter um monte de cenas íntimas juntos. Eu acho. Preciso falar com os guionistas. Ele é um dentista, então talvez Emma precise de aparelho, ou ela tenha várias cáries. Eu acho que preciso alargar essa ideia por enquanto.

 

Você sabe como anda o guião até agora? E você volta para a produção no mês que vem?

Eu gostaria muito de poder dizer algo, mas tudo o que eu sei é que ele é meu dentista e nós vamos ter um caso. Não sei se vai durar só um episódio. Eu sei que vai haver algo, mas o que vai ser, não faço a mínima ideia. Adoraria saber.

 

Fale sobre a sua personagem no filme Smurfs

Eu faço a Grace Winslow e Neil Patrick Harris é o meu marido, Patrick Winslow. Nós estamos grávidos, eu acho que você vai me perguntar como eles estão grávidos. A personagem dele está um pouco aflita com essa notícia e a minha personagem, digamos que os instintos maternos dela não são lá grande coisa. Então quando os smurfs chegam ao nosso mundo, é quase um treino. (risos) Eles são sugados por um vortex e atirados no meio de Nova York e causam a maior confusão por lá. Nova York é um lugar perfeito para um filme assim. Tem muitas cenas no Central Park e FAO Schwarz, e de fundo o Empire States.

 

Qual foi a sua reação quando lhe falaram sobre o filme? Você teve alguma restrição?

Não. Eu ouvi a ideia do filme e apoiei totalmente. Pedi para ler o guião e realmente fiquei decidida a fazer. Então não tive nenhuma restrição ou problemas. Eu cresci com os smurfs e eu dizia a todos que a minha mãe me fazia ver os smurfs porque ela gostava de ver. O meu favorito é o Gargamel. Foi muito giro crescer com eles e agora fazer parte disso. Adoro filmes assim. É 3-D. É live action e foi um desafio fazer tudo certinho.

 

Tem óptimas pessoas que colocaram as suas vozes nos Smurfs e você não trabalhou com nenhuma delas?

Eu sei, é de quebrar o coração. Mas havia actores adoráveis a ler as falas dos smurfs enquanto nós estávamos em cena, e dando a eles vida e até personalidade, o que ajudou bastante. Mas é estranho, as vozes vêm de trás de ti enquanto olho para um ponto na minha frente. É uma situação um bocado bizarra.

  

Você aprendeu alguma coisa nova sobre Neil Patrick Harris durante as gravações?

Aparentemente um monte de pessoas sabia sobre este facto, mas eu não sabia que ele viciado no iPhone. Eu acho que ele tem um problema. É engraçado ver ele jogar, mas ele precisa de se juntar ao grupo. Acho que alguém precisa intervir.

 

Neste verão, você também esteve a trabalhar com o Cookies for Kids’ Cancer, que arrecada fundos para a pesquisa do cancro pediátrico. Como você se envolveu?

Glad (que é parceiro da organização)  aproximou-me dessa ideia. Nunca tinha ouvido falar do Cookies For Kids’ Cancer antes disso e eu fiz algumas pesquisas e as estatísticas são chocantes. Para as crianças dos EUA antes dos 18, a maior causa de morte é o cancro. Eu adoro cookies, eu adoro crianças e eu odeio o cancro (risos) então é lógico. Vou estar numa venda de biscoitos online a competir contra Joan Cusack e Peter Facinelli para ver quem arrecada mais fundos em Novembro, mas também estamos a tentar juntar mais pessoas e a incentivar as pessoas para assar biscoitos e venderem elas próprias. Glad está a prever juntar mais de 200.000 dólares, o que é óptimo. E tem outras formas de contribuir, como comprando produtos especiais que estão á venda na loja de Glad. Esta organização é maravilhosa porque 100% do dinheiro vai para a pesquisa contra o cancro pediátrico. A ciência está lá, só precisamos de fundos.

 

E como essa venda online funciona?

Eu ainda não sei como vai ser exactamente. Eu acho que não serei eu mesma a assar os biscoitos, mas o que eles ainda não sabem é que eu já comecei a assar. A garagem já está lotada, a banheira também. Vou cheirar mal até Novembro, mas com certeza vou ganhar. Para mim qualquer coisa é desculpa para assar biscoitos. Isso é tudo o que meu marido precisa saber, “Olha estou a ajudar a caridade. É por isso que eu estou a assar milhares de biscoitos.”

 

E você está a competir contra Peter Facinelli, que vai ter o apoio dos amantes de Crepúsculo e Joan Cusack, que é adorada. Você já tem ideia de como vai motivar os Gleeks?

Eu espero que os Gleeks se unam. Pensei em escrever uma música sobre biscoitos, e se eu cantar e fizer as pessoas cantarem, elas poderiam assar cookies e doar o dinheiro. Eu vou pensar em algo inteligente. Quem sabe eu posso escrever a minha musica e fazer um dueto com John Stamos.

 

Ele é o porta-voz nacional do Project Cuddle, uma organização sem lucro para bebés. (Eles resgatam bebés abandonados e coordenam as adopções para mães que têm problemas em engravidar). Ele pode simpatizar com a causa.

Oh, Deus. Eu adoro bebés também. Nós vamos dar-nos muito bem, ele e eu (risos). Adoro bebés, crianças e cookies. Nós vamos arrasar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por gleeclub às 22:52


Comentários recentes

  • gleeclub

    Só vi isto agora, peço desculpa. Vou ver o teu mai...

  • PEDRO FELIPE

    OMG! EU VOU MORRER ATÉ DIA 29 DE AGOSTO!!

  • Patricia Teixeira

    Alguém é Português e gosta de Darren Criss?Se sim,...

  • Mike C

    Ainda estão a considerar continuar com o blog ou j...

  • Ivana

    Muito ansionsa pela 5 temporada!